iiiiiiiiiii

Porque o preço da pizza subiu

Se tem um alimento que quando aumenta de preço todo mundo nota, é ele: o pãozinho. O produto está mais caro nos supermercados e nas padarias. E tem outro prato preferido dos brasileiros que também subiu de preço: a pizza.

Isso acontece porque o trigo utilizado vem da Rússia, um dos maiores produtores desse grão, e uma seca muito forte, atingiu metade da produção do país.

Alimento sagrado na mesa do brasileiro. “A gente acostuma. Pão com manteiga de manhã não pode faltar”, conta uma .....

Ainda que mais caro: “Se aumenta o preço do pão eu não deixo de comer”, diz um...

A explicação para o aumento vem de longe. A Rússia, um dos principais exportadores mundiais de trigo, sofreu uma quebra na produção por causa da seca. A oferta do produto caiu e o preço do trigo no mercado internacional disparou. O Brasil só produz metade do trigo que consome e está pagando mais pelo produto. A farinha usada para fazer o pãozinho também ficou mais cara. E os donos de padaria já aumentaram os preços.



“Não dá mais para agüentar, então, infelizmente, tem que aumentar”, lamenta o dono de uma padaria

No início da semana em uma padaria de São Paulo o quilo do pão francês custava R$ 7,80. Agora, passou para R$ 8,30. Aumento de R$ 0,50 no quilo. Antes, quem levava 10 pãezinhos pagava R$ 4 e agora vai pagar R$ 4,71.

“Aumentou bem, está caro aqui!”, lembra um consumidor. “É um abuso, fora da realidade”, o outro reclama.

As indústrias de massas também já reajustaram o preço do macarrão. "Em agosto foi 5% em média e teremos em setembro mais 5%. Infelizmente, 70% do custo do macarrão é farinha de trigo, então, não há como não repassar o aumento para o consumidor final”, explica o .

Na cantina italiana, a pizza está quinze por cento mais cara.
“Você tem aumento exacerbado de valores, se não repassa um pouco disso, não consegue sobreviver".

Para a freguesia, um aumento difícil de engolir.

Quinze porcento realmente é uma diferença grande no final do mês. Vai afetar o bolso de todo mundo mas vai ter que ser absorvido.

Quase 70% da safra de trigo são colhidos no segundo semestre, e a quebra aconteceu exatamente agora. Por isso os produtores estão dizendo que vem mais alta.


Fonte: Bom Dia Brasil
Cadastrada em: 8/9/2010

receba atualizações por emails